ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO realiza sonho com a entrega de dispositivo de apoio 3D

No dia 11 de dezembro de 2016, a ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO realizou o sonho da alegre Renata, de 9 anos, moradora de Ivaiporã, município do interior do Paraná. Neste dia, Renata recebeu um dispositivo de apoio 3D que vai agora ajudá-la no seu dia a dia.



Renata e sua mãe Marilise Perusso conheceram a ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO durante o I ENCONTRO NACIONAL DE AGENESIA, em Curitiba, em setembro de 2016. Desde então, como mãe associada, Marilise ajuda na divulgação da ASSOCIAÇÃO para trazer novos parceiros e apoiadores para que assim, mais crianças como sua filha possam ser beneficiadas com a doação de dispositivos 3D.

A ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO, liderada por sua fundadora e atual presidente, Geane Poteriko, foi inaugurada em 30 de setembro de 2015, e hoje atende cerca de 150 famílias em 22 estados brasileiros e até no exterior.


“Cada vez que entregamos um projeto concluído para uma criança e presenciamos a alegria de uma mãe assim como o sorriso desta criança... vem o sentimento de que tudo valeu a pena. Todas as dificuldades foram superadas. Cada desafio enfrentado não foi em vão. A ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO vem trabalhando unicamente com o apoio de seus voluntários. A entidade não recebe nenhum tipo de repasse ou verba. E com este cenário de crise no Brasil, as dificuldades aumentam a cada dia. Por isso, a cada projeto entregue, a vontade de continuar e atender mais crianças e outras famílias se amplia.”
Geane Poteriko


































A entrega do dispositivo de apoio 3D foi uma surpresa para Renata e ocorreu em sua casa, em Ivaiporã. Participaram da entrega a presidente da ASSOCIAÇÃO Geane Poteriko e sua filha Dara, e o Engenheiro João Alberto.
































“Como mãe, compartilho um sentimento especialmente único: alegria e orgulho da minha pequena Dara, que com esta experiência vem aprendendo desde cedo o valor da Solidariedade.”
Geane Poteriko.
“Desde que eu conheci a ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO muita coisa mudou em minha vida. O contato com outras famílias, a interação, a troca de experiências e a possibilidade de oferecer novos recursos da tecnologia assistiva para minha filha fizeram a diferença em nossas vidas. Eu descobri como a solidariedade pode transformar as pessoas.”
Marilise Perusso
O Laboratório de Impressão 3D da ASSOCIAÇÃO está localizado na cidade sede da entidade,  em São João do Ivaí, Paraná. A impressora 3D foi doada por uma empresa local, a COPASJI, por iniciativa de agricultores solidários à causa, e uma segunda impressora 3D foi adquirida pelo Consórcio Intermunicipal de Saúde de Ivaiporã, que está fazendo a tramitação legal para cessão.  Os trabalhos técnicos são desenvolvidos através de parcerias locais, pelo trabalho exclusivo de voluntários, tendo como coordenador técnico no Paraná o engenheiro João Alberto Oliveira.

“Ajudar a ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO é uma escolha de vida, uma forma de contribuir com a sociedade com aquilo que posso oferecer. Quando percebi que poderia ajudar as pessoas com uso dos projetos e da impressora 3D pude me sentir útil. No caso da entrega do dispositivo para a Renata, o resultado foi muito acima da expectativa. Renata ficou animadíssima e surpresa com o movimento dos dedos. Logo fez pose para fotos chamando a atenção de todos. Foi um dia memorável! Para mim foi uma demonstração do que realmente importa: doação!”
João Alberto Oliveira

A ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO conta com a ajuda de voluntários de outras localidades, inclusive de outros estados. Em São Paulo, a entidade possui a maior equipe de voluntários que auxiliam no projeto de impressão 3D, liderados pelo coordenador técnico e engenheiro voluntário Marcelo Botelho, que desenvolveu a maioria dos projetos já entregues.
Não basta receber o dispositivo de apoio. Para Renata agora segue-se uma etapa importante: a adaptação e a reabilitação para a utilização do dispositivo recebido, a ser realizada por meio de sessões de fisioterapia e de terapia ocupacional. Este trabalho deve ser acompanhado por profissionais capacitados e pela família como um todo. Essa reabilitação é que permitirá uma integração efetiva da criança com o dispositivo recebido e, assim, o seu devido aproveitamento. O atendimento para reabilitação da Renata será feito com o apoio da ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO, em parceria com o Consórcio Intermunicipal de Saúde da cidade.

“Ao receber um dispositivo de apoio para membro superior feito em impressora 3D, inicia-se um longo processo que envolve dedicação e empenho de toda a família para a reabilitação da criança.”
Geane Poteriko






“Desde o primeiro contato com a equipe da ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO, fomos orientadas sobre a importância da reabilitação e do acompanhamento para o sucesso do processo de adaptação. Ver o desenvolvimento de uma filha é a maior alegria para toda mãe. Compartilho esta alegria e espero que cada vez mais crianças possam ser atendidas e ter seus sonhos realizados, assim como a minha filha Renata.”
Marilise Perusso

No ano de 2016, 4 crianças já tiveram a felicidade de serem atendidas pela ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO: Gabi (11 anos), de Araucária, PR; Rafa (5 anos), de Santo André, SP; Nicolly (13 anos), de Campo Mourão, PR; e Renata (9 anos), de Ivaiporã, PR.





Outros 6 projetos de dispositivos de apoio 3D já estão em andamento, em fase de finalização para entrega. Desta vez serão beneficiados: Paulo Henrique (6 anos), de São Bernardo do Campo, SP, atendido em parceria com o Projeto HandyHand; Clara (9 anos), de Visconde do Rio Branco, MG; João (7 anos), de Santa Cruz do Sul, RS; Julia (5 anos), de Guarulhos, SP; Júlia Cristina (4 anos), de Campo Largo, PR; e Dara Smangorzevski (3 anos), de São João do Ivaí, PR.

“Na ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO é exatamente assim: temos a oportunidade de receber ajuda e "estender a mão" em solidariedade às novas famílias que se integram a rede de apoio. Poder participar de uma iniciativa solidária como esta é uma grande alegria. Sou muito grata pela oportunidade de fazer parte desta entidade.”
Marilise Perusso

A ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO é uma rede de apoio a pais, familiares e crianças, adolescentes e indivíduos com agenesia, afetados pela Síndrome da Brida Amniótica ou outras condições congênitas e doenças raras que causam malformação de membros. Venha fazer parte dessa rede do bem!

Texto por: Alessandro Souza











Parceiros

Parceiros


DAR A MÃO: Vídeo do Projeto

Agenesia de mão: Dara

Agenesia de mão: Dara
Mãos de Dara (Síndrome da Brida Amniótica)

Dara

Dara
Inspiradora da ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO

JORNAL DAR A MÃO

JORNAL DAR A MÃO
Notícias, histórias e informações no Jornal Online da ASSOCIAÇÃO DAR A MÃO